Escolher um protetor solar

O sol produz três diferentes tipos de raios UV:

– raios UVA: penetram mais profundamente na pele. Danificam a derme, onde se encontram os tecidos que dão elasticidade à pele. Exposições repetidas e prolongadas aos raios UVA promovem o envelhecimento precoce da pele.
– raios UVB: estes raios UV são absorvidos pela camada superficial da pele. É aqui que são libertadas as substâncias que causam a dor, o inchaço e a vermelhidão características da queimadura solar.
– raios UVC: são filtrados pela atmosfera da terra, o que significa que não é necessária proteção contra este tipo de radiação.

Todas as pessoas expostas aos raios UV estão em risco de desenvolver queimaduras.

Protetor solar

No meio de tanta oferta disponível no mercado, escolher um protetor eficaz para a proteção da pele contra os raios solares pode ser uma missão complicada.
Os protetores solares possuem a sigla FPS (ou SPF, em inglês) na embalagem, que significa “Fator de Proteção Solar“.
Para facilitar a tarefa, importa definir os parâmetros mínimos necessários para que o protetor seja adequado e eficaz:

  • Utilize protetor solar FPS 30 ou maior. O fator 50+ é indicado para crianças e para adultos com pele mais sensível
  • Proteção contra dois tipos de raios ultravioleta, os UVB e os UVA
  • Embalagem adequada ao tamanho da sua mochila de emergência. Os protetores solares em spray são geralmente menos pegajosos e gordurosos e, portanto, talvez mais fáceis de aplicar. Atenção que alguns incluem álcool ou gás pressurizado.
  • Opte por produtos que não incluam na sua lista de ingredientes a oxibenzona e outros componentes semelhantes. Estará a contribuir para a redução da poluição da água, a proteção dos oceanos e a minimizar os danos causados aos corais.

Queimaduras solares

A queimadura solar é o dano causado à pele através da radiação ultravioleta (UV) que, geralmente, aparece dentro de poucas horas após exposição excessiva à luz solar ou de origem artificial.

Em caso de queimadura solar:

  • Evitar nova exposição ao sol;
  • Aplicar compressas com água fria;
  • Não rebentar as bolhas;
  • Não aplicar álcool, manteiga ou óleos gordos;
  • Contactar um médico, sempre que necessário.

Saber mais

Obtenha informação adicional através dos seguintes links:

Instituto Português do Mar e da Atmosfera

Direção Geral da Saúde

saude_24

Mochilas de Emergência

0