Waterlight, a luz que vem da água

A startup colombiana de energias renováveis, a E-Dina, desenvolveu uma lanterna sem fios que funciona com água salgada para fornecer a eletricidade.
É uma alternativa mais fiável e duradoura para as lâmpadas solares em comunidades que não dispõem de rede elétrica ou em situações de emergência.

O aparelho portátil, chamado WaterLight, precisa apenas de ser enchido com meio litro de água do mar – ou até urina em situações de emergência – para, desta forma, emitir até 45 dias de luz.

Atuando como um mini gerador de energia, o dispositivo também pode ser usado para carregar um telefone celular ou outro dispositivo pequeno por meio de sua porta USB integrada.

O dispositivo tem um revestimento cilíndrico de madeira e uma tampa perfurada na parte superior que permite que a água flua para o dispositivo e que o hidrogênio do processo de ionização escape.
Em toda a sua vida útil,  pode produzir de dois a três anos de luz, ou cerca de 5.600 horas, de acordo com a empresa.

Saiba mais:
https://www.waterlight.com.co/

Mochilas de Emergência

0